Alô?!

7 Comentários

Ao celular, ele explicava, insistentemente.

_Não. Não é o Flávio. O celular é dele. Mas quem falando é o Alicate. Assaltante.  Isso, mesmo. Roubei ele, sim, senhor. Agorinha. Aqui perto, no Brás. Acontece que eu corri prum lado e ele saltou pro outro. Pronde foi? E como é que vou saber? Cada uma…

Assim foi. Até que estrilou.
Continuar Lendo »