Pai-Trinca de Ases

Deixe um comentário

A rigor, bastou o fulano virar pai para as apostas começarem. E não tem santo que invista suas fichas no coitado. Já que papai autodidata larga nas últimas colocações. Perdendo feio pra coisinha babenta que urra em si bemol contralto pela madrugada inteira. Daí derrapa nas fraldas, patina no banho, veste o fedelho pelo avesso, nunca sabe qual pomada vai onde, nem que bombons, chocolates, balas e dropes, mesmo que acompanhados de pipoca e fritas, não constituem uma refeição balanceada. Mas não, mesmo!

Continuar Lendo »