Será que ele é?

4 Comentários

_ Juninho, quié isso? – era a mãe quem perguntava. Toda esbaforida. Trazendo aquilo numa das mãos. Que se não era cueca, muito menos calcinha. Mas algo que derivava entre as duas. Só que colante. E cavada.  Cravejada de mimosas caveirinhas rosa-purpura-cintilante, de corar de inveja o performista mais estroboscópico.

O outro nem se apertou _ Ué, mãe. É uma saqueira. De halloween…

_E desde quando a Julinha gosta tanto assim de halloween?

_Não gosta.

Silencio gordo. Ninguém nem pisca.

_Não é dela, né? – arriscou a senhora.

_Não.

Bastou pra ela cruzar os braços e a cara, irredutível.

_Explique isso, menino. Agora. E bem direitinho…

_Tá – há tempos vinha evitando, mas enxergou a deixa. E resolveu assumir _ Sou bi.

Bivolt? Biologicamente desfavorecido? Biograficamente prejudicado? Bienvenido al club de los  cabrones catadores de muchachas, solamente muchachas, para siempre muchachas y oléééé!

É. Nada é fácil nessa vida. Nem simples. E tomada de um mau humor repentino, ralhou com o filho como se fosse criança.

_Que conversinha boba é essa, posso saber? Coisa de homem direito, tá na cara que não é.

_Nossa, se é – divertiu-se o moço – Sou homem, não vê? Só não o tempo todo.

_Quer dizer que…

_Quer dizer que gosto de pessoas.

Ufa. Não corria o risco de ter uma suçuarana como nora. Nem um orangotango. Ou Corrupião-de-papo-amarelo. Já pensou?

Ele continuou. Numa didática discutível _ É que de vez em quando tiro férias. E libero a bandeirada… – e foi saindo de fininho. Antes que alguém se desse conta.

_Onde pensa que vai? – insistiu ela, abanando-se.

_Viajar – e sorriu. Na maior caradurisse do mundo _ Emendar o feriado…

_Feriado? Que feriado?

Sumiu.

Foi ele sair por um lado, pra Julinha entrar pelo outro. Na ladainha de sempre, “Que o Julinho anda disperso. Que não procura. Nem responde. Não com a metade da vontade que deveria…”

_Liga, não, boba. É que ele está… de férias… viajando – completou a velhinha, sem muita convicção.

_E ele volta?

_Volta – cruzando os dedos em figa

_E faço o que enquanto espero?

_Reze, meu bem. Reze muito – lembrando de acrescentar _ Gostar de halloween também ajuda, viu, filha? – e se benzeu _ Barbaridade…

Será que ele é?

4 comentários sobre “Será que ele é?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s